agimos com integridade

10, julho, 2019

Saiba o que distingue um seguro de saúde e um plano de saúde e quais os aspetos que deve ter em conta na análise de cada uma das soluções.


Garantir um acesso rápido e simplificado aos melhores cuidados de saúde. É esta a razão que leva a que cada vez mais portugueses subscrevam um seguro ou um plano de saúde.

Ainda que o custo de cada uma das soluções seja muitas vezes o fator decisivo na hora de escolher a melhor opção para si e para a sua família, a verdade é que há diferenças a que não pode ficar alheio. Conheça algumas delas:


Seguro de Saúde

É o serviço mais abrangente, incluindo na maioria dos casos assistência médica ao domicílio, consultas de especialidade, hospitalização, parto e ambulatório, transporte em ambulância. Alguns seguros de saúde incluem ainda assistência em caso de doenças graves.

Ao contratualizar um seguro de saúde, o segurado paga um prémio (mensal, trimestral ou anualmente) e depois paga uma parte do valor de cada consulta, exame ou tratamento efetuados dentro da rede. O restante é pago diretamente pelo seguro aos prestadores de cuidados de saúde.

Quando os atos médicos são feitos em prestadores externos à rede, o segurado recebe reembolso de parte das despesas. A percentagem de reembolso depende do seguro escolhido, variando habitualmente entre os 30 e os 50%.

Outras especificidades dos seguros de saúde são o período de carência, o aumento do prémio anual com a idade e o limite de idade para a contratualização, a necessidade de pré-autorização para alguns atos médicos. O plafond disponível para as diferentes coberturas e a realização prévia de um questionário clínico que pode levar à exclusão de doenças pré-existentes são outros fatores que deve ter em conta na hora de escolher o seu seguro de saúde.


Plano de Saúde

Já um plano de saúde (ou cartão de saúde) permite o acesso a uma rede de prestadores de cuidados de saúde que cobram um preço convencionado (com desconto), pago na totalidade pelo portador do cartão.

Entre os atos aos quais o portador do cartão tem acesso a preços convencionados incluem-se assistência ao domicílio, consultas médicas, transporte em ambulância, exames e tratamentos. Hospitalização e parto são coberturas que não estão abrangidas pelos planos de saúde.
A rede de prestadores é habitualmente limitativa, sobretudo fora dos grandes centros urbanos. Além disso, um plano de saúde não contempla qualquer reembolso de despesas efetuadas fora da rede.

Por outro lado, a maioria dos planos de saúde não tem período de carência e podem ser subscritos em qualquer idade, podendo por vezes integrar mais que uma pessoa no mesmo plano.


Na Pedro Custódio Seguros podemos aconselhá-lo sobre a melhor opção para proteger a sua saúde, tendo em conta a sua realidade e as suas necessidades. Contacte-nos!

ATENÇÃO Este site utiliza cookies. Ao navegar no site estará a consentir a sua utilização. Saiba mais sobre o uso de cookies